Workshops 2015

COMBATE DE CINEASTAS | FILMMAKERS KOMBAT 2015
Um espaço de WORKSHOPS onde se filma, onde se troca e praticam ideias.
Cineastas e futuros cineastas num combate de ideias e filmes no AVANCA 2015.

Durante 4 dias, CINEASTAS vindos de todos os lados filmam e produzem um filme nas ruas, nos campos e com as pessoas de Avanca.
Um combate de criatividade, de experimentação fílmica, de explosão narrativa, de apuro técnico.

Participar no COMBATE DE CINEASTAS é integrar uma equipa de cinema inesperada e produzir um filme para o grande ecrã dos cinemas.
Curtas-metragens que o AVANCA 2015 se encarregará de distribuir por todo o mundo, com parceiros dos 5 continentes.
Ficção, animação, documentário, em filmes sem limite de tempo e produzidos por equipas onde se misturam todas as nacionalidades.

OS TUTORES
Cineastas premiados são os tutores das equipas, apoiando, com a sua experiência, cada um dos filmes em produção
OS PROJETOS
PROJETO 1 - FICÇÃO
Realização (a imagem e a montagem)
Salem Salavati (Irão / Iran)

Salem é um dos mais promissores realizadores do Curdistão Iraniano, onde nasceu em 1975.
Tendo chegado ao cinema em 1989, realizou a sua primeira e surpreendente longa-metragem “The Departure Time” em 2011.
Em 2013, escreveu, filmou e realizou “The Last Winter”, com o qual ganhou o Prémio Longa-Metragem e o Prémio Melhor Atriz (Aziye Moradizar), do AVANCA 2014.
Este filme viria a ser distinguido também na Alemanha, Arménia, Estados Unidos, Iraque, Líbano e Rússia, num total de 12 prémios.
Realizou igualmente 3 curtas-metragens e 11 documentários. Estes filmes foram distinguidos com cerca de 60 prémios em diversos países. Salem foi ainda diretor de fotografia de 4 longas e 30 curtas metragens, num contínuo trabalho onde a câmara de filmar não tem parado de registar.

Marco Miranda (Portugal)

Tendo dirigido o Departamento de Teatro e Cinema da ESAP - Escola Superior Artística do Porto, ali desenvolveu a sua formação em cinema e televisão.
Foi assistente de realização de Marco Martins e, desde 2005, é editor do programa “Biosfera” da Farol de Ideias, exibido na RTP2.
Realizou a curta-metragem “Prescrição”, protagonizada por João Perry, José Carlos Garcia e Nádia Santos. Este filme tem estado em exibição na competição de festivais de vários países.
Fundador da Zing Media, ali realizou vários telediscos, incluindo “Napoleon” da banda “The Glockenwise”, distinguido com Menção Especial no AVANCA 2014.

PROJETO 2 - FICÇÃO
Realização (o argumento e a direção de atores)
Igor Parfenov (Ucrânia / Ukraine)

Igor Parfenov, nascido em 1962, é um dos mais polémicos e insólitos realizadores ucranianos.
Autor de longas-metragens premiadas como "When the gods asleep" (2006), "The Crucifixion" (2008), "Confession of the Devil" (2009), "Goodbye, bullfights!" (2010), "Cry in the Silence" (2012), no AVANCA 2014 viu o seu filme "Nonconformity" ser distinguido.
Em 2014, realiza a longa-metragem "Once upon a time in Ukraine", uma polémica ficção que acompanha os acontecimentos da Praça Maidan. Já em 2015, realiza uma nova longa-metragem que volta a problematizar a ucrânia de hoje, "Of humans, horses and monsters".
Judoca, desportista, ativista da proteção da natureza, dos animais e sobretudo dos direitos humanos, dirige desde 1997 o Centro de Direitos Humanos "Steps" e desde 2007 preside ao International Human Rights Film Festival "Steps". Em 2000, o seu país distingue-o com o títlo "Man of the Year - a man of the Millennium" na categoria "Nature Defender of the Year".

Olena Sliusarchchik (Ucrânia / Ukraine)

Atriz, ativista, modelo e ginasta. Nascida em 1980, aos 4 anos inicia-se na ginástica rítmica, onde veio a ser várias vezes campeã nacional, tendo participado em vários campeonatos europeus e mundiais.
Formou-se em 2002 pela Faculdadae de Filologia, tendo estudado “performance” com Tarabarinova. Trabalhou como modelo na agência “Silver star” e aos 19 anos integra inúmeras campanhas e ações da PETA, a favor dos direitos dos animais, em Kharkov, Kiev, Moscovo, Paris, Milão, Amesterdão, Praga, entre outras cidades.
Desde 2004, participou em vários filmes e protagonizou 11 longas-metragens, nomeadamente "Once upon a time in Ukraine" de Igor Parfenov. Desde 2007, é diretora artística do International Human Rights Film Festival "Steps".

Luís Diogo (Portugal)

Argumentista, escreveu longas-metragens que Leonel Vieira, Luís e Gonçalo Galvão Teles realizaram.
Realizador dos seus argumentos, a sua primeira longa-metragem foi a mais premiada, em 2014, de entre todas as longas-metragens portuguesas de ficção (9 prémios). “Pecado Fatal” gerou polémica, estreou nas salas de cinema em Portugal e acaba de iniciar uma carreira internacional em salas e canais de televisão de todo o mundo. Exibido em mais de três dezenas de festivais dos 5 continentes, foi considerado um dos 10 melhores filmes da Lusofonia em 2014.
Formado em artes visuais e tendo estudado cinema na ESAP – Escola Superior Artística do Porto, escreveu e realizou várias curtas-metragens, que foram premiadas no Brasil, Eslovénia, Liechtenstein e Portugal. Tem participado ativamente nos últimos festivais AVANCA.

PROJETO 3 – DOCUMENTÁRIO
Boris Gerrets (Holanda / Holanda)

Consagrado realizador documentarista nascido em Amesterdão, os seus filmes são "explorações de biótopos” onde a câmera cria uma dinâmica social, procurando explorar a diferença entre o evento factual e o seu significado imaginário e poético.
O seu filme, Shado'man (2014) recebeu o Prémio Televisão no AVANCA 2014.
Com uma longa e multipla filmografia, tem sido selecionado e distinguido nos principais festivais mundiais do cinema documental, como o IDFA (Amesterdão), Visions Du Réel (Nyon) ou FESPACO (Ouagadougou). Distinguido com os prémios “Aster Award” e “Prins Bernhard Cultuurfonds” pela sua abordagem pioneira para o género documentário, a sua obra tem sido exibida igualmente nos principais museus de arte contemporânea de todo o mundo.

Rufo Pajares (Espanha / Spain)

O polémico tema do documentário “The Vatican and the Third Reich” valeu-lhe, em 2014, o Prémio Estreia Mundial no AVANCA 2014. Exibido nos dois lados do Atlântico, este filme traça os dois vetores de interesse deste cineasta madrileno: o cinema e a história.
Tendo estudado cinema na TAI, Escuela Superior de Artes y Espectáculos de Madrid, licenciou-se em Geografia e História pela UNED, tendo completado uma pós-graduação na Universidade Complutense de Madrid em “Documentales Históricos”.
Os seus filmes espreitam os caminhos da matemática, da memória, da geografia e sobretudo da história.

PROJETO 4 - ANIMAÇÃO
Alexandra Averyanova (Rússia / Russia)

Prémio Animação no AVANCA 2014, o filme "Shades of Gray" tem viajado por mais de 130 festivais nos 5 continentes, onde recebeu mais de 30 prémios.
Alexandra nasceu em 1974, em São Petersburgo, e em 1996 formou-se na sua cidade na Faculdade de Belas Artes da Universidade Herzen. De 1998 a 2003, trabalhou como desenhadora de fundos no "Melnitsa Studio" e, em seguida, na equipa de desenhadores da longa-metragem de animação "The Dwarf-Nose". Em 2003, Alexandra estudou animação por computador no estúdio de animação "Petersburg", prosseguindo atividade como animadora e, posteriormente, como diretora da série de animação "Kikoriki". Em 2014, a seu filme "Shades of Gray", consolida-a como um dos nomes marcantes da nova geração de realizadores da escola de animação de São Petersburgo e é admitida na “União de Cineastas da Rússia”.

Romina Quiroz (México / Mexico)

O surpreendente filme “Aire”, com uma inesperada utilização de técnicas de “stop-motion”, imagem real e animação 2D, marca o início de atividade desta jovem realizadora mexicana. Prémio Vídeo no AVANCA 2014, esta obra veio a ser selecionada em festivais de países tão diferentes como os EUA, Rússia, Espanha, Grécia ou Brasil.
Graduada em comunicação pelas universidades “UPAEP” e “Universidad de las Américas”, ambas na cidade mexicana de Puebla, funda e dirige a produtora Klepka Producciones.
Nesta empresa, acaba de finalizar o seu novo filme “Emma”.
Poliglota, exerceu jornalismo e passou pelo ensino no Departamento de Comunicação da “Escuela de Jurisprudencia y Humanidades – Puebla, Mexico”.

APOIO ESPECIALIZADO
As equipas terão, ainda, apoio especializado de alguns dos melhores profissionais do cinema português.
COMBATE DE CINEASTAS | FILMMAKERS KOMBAT
  • Um desafio
  • Uma oportunidade
  • Um debate de ideias
  • Uma experiência profissional

AVANCA 2015, um encontro e um festival que comemora a 19ª edição a exibir e a apoiar o ato criativo de cineastas de todo o mundo.
Um mundo mais próximo, porque se encontra todos os anos em julho, em AVANCA.

CINENTERTAINMENT 4
PARA OS MAIS NOVOS...
ENQUANTO OS PAIS PARTICIPAM NO FESTIVAL

“CINENTERTAINMENT 4” (para cineastas com idade entre 6 e os 12 e entre os 13 e os 17 anos)
Dois grupos de jovens cineastas, um com idades entre os 6 e os 12 e outro grupo com idades entre os 13 e os 17 anos, aprendem e experimentam fazer um filme.
O que é o cinema, como é feito e quem o faz, estas são as premissas para 3 dias a usar uma câmara vídeo e explorar a animação imagem-a-imagem.

Orientadores: Equipa da Pantopeia - Criação e promoção artística

Atores, videastas e animadores, a equipa da PANTOPEIA tem criado sucessivos projectos que envolvem a criatividade, os mais novos e a criação artística em processo pedagógico.
São formadores e monitores que conhecem bem o AVANCA, têm uma sólida experiência e são a garantia de uma dinâmica construtiva e estimulante.

FASHION NEWS