Workshops 1998

Workshops AVANCA 1998

 

1 – O ESPAÇO E OS OBJECTOS NA ANIMAÇÃO

Orientador: Co Hoedeman
Nasceu em Amsterdão, na Holanda, tendo-se estabelecido no Quebeque quando tinha 25 anos e pouco tempo depois ingressou na ONF (Office Nationel du Film), onde realizou "La Dérive des Continents" (1968), "Maboule" (1969), "Matriouska" (1970) e "Tchou-tchou" (1972).
De seguida fez um estágio na Checoslováquia para aperfeiçoar as técnicas de animação de marionetas. Quando regressou, interessou-se pelas lendas do Grande Norte e realizou quatro filmes em estreita colaboração com os "Inuits". Depois vieram "Le Château de Sable" (1977), "Le Trésor des Grotocéans" (1980), "Mascarades" (1984), "Charles et François" (1987), "La Boîte" (1989), "L'Ours Renifleur" (1992) e "Le Jardin d'Ecos" (1997). "Ludovic" é a sua última obra.
Os filmes de Hoedeman são vistos no mundo inteiro e ganharam mais que 50 prémios até à data. Em 1978, foi distinguido com o "Oscar" para o melhor filme de animação com a sua obra "Le Château de Sable". Co Hoedeman é uma das figuras de proa do ONF, organismo estatal do Canada francófono, responsável por uma das mais profícua, inventiva e criativa cinematografia imagem-a-imagem do mundo.

Coordenador: Vitor Lopes
Realizador de cinema de animação, é autor da curta-metragem "O Massacre dos Inocentes", distinguida com seis prémios internacionais em festivais de Portugal, república Checa, Austrália e Inglaterra.
Trabalha nos estúdios de animação do Cine-Clube de Avanca, onde dirige um novo trabalho.

 

2 – A FICÇÃO PARA TELEVISÃO

Orientador: Pancho Casal
Pancho Casal nasceu na Corunha em 1955.
Depois de uma passagem como quadro superior e dirigente dos departamentos comerciais de empresas como Union Fenosa, MBB, Intace e CAHORS, inicia a sua carreira de produtor de audiovisuais a meados da década de 80, sendo hoje um dos mais destacados produtores de cinema, televisão e publicidade do país vizinho.
Pancho Casal é o responsável por várias empresas de produção de audiovisuais, entre as quais a "Continental", repartindo a sua actividade entre Madrid e La Coruña.
Director de Produção e Produtor Executivo de mais de 300 "spots" publicitários, da série de animação "Las Señales tus Amigas", de séries televisivas como "A Familia Pita", um dos maiores êxitos de ficção na TVG - Televisão da Galiza, tem ultimamente voltado a sua actividade para a produção de telefilmes. É produtor e co-produtor de várias longas-metragens, entre as quais se incluem algumas com Portugal. "Continental", realizado por Xavier Villaverde e nomeado para os Prémios Goya, foi a sua primeira produção de longa-metragem. Com este realizador está a terminar um novo filme, em parte rodado no nosso país.

Coordenador: Maria João Faceira
Docente de comunicação e expressões na UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, videasta e coordenadora do sector de produção audiovisual dos S.D.E. da UTAD. Prepara actualmente uma série televisiva em colaboração com a DAS do Canadá.

 

3 – FOTOGRAFAR UM MUSEU DE CINEMA COM UMA PINHOLE

Orientador: Jochen Dietrich
Jochen Dietrich nasceu em Weidenau na Alemanha em 1965.
Estudou filosofia, alemão e artes-plásticas nas Universidades de Munster e Siegen.
Bolseiro Erasmus na Universidade de Aveiro e bolsa de doutoramento na Universidade de Siegen, onde prepara uma tese sobre "A Fotografia com câmara escura como meio/média na actividade de aprendizagem". Bolsa para estudos na Escola Superior AR.CO em Lisboa, tendo realizado nos anos 1996/97 o projecto "Cine-Teatros de Portugal", em exposição no "AVANCA'98".
Docente de fotografia nas Universidades de Siegen e Giessen, tem orientado várias oficinas de fotografia de "pinhole".
Desde 1984 tem exposto em vários países europeus, nomeadamente no Museu Húngaro de Fotografia, no Deutsches Filmmuseum de frankfurt e na Fotogaleria Imagolucis do Porto.

Orientador: Aníbal Lemos
Aníbal Lemos nasceu em Estarreja em 1951
Artista fotográfico é o director da Fotogaleria Imagolucis do Porto.
Possui o Curso Superior de Fotografia na ESAP do Porto, estando actualmente a realizar estudos de pós-graduação em arte fotográfica na Universidade de Derby na Inglaterra. Várias vezes premiado, as suas obras foram expostas em várias galerias do país, mas também na Dinamarca, Alemanha (Galeria Typophoto em Singen), França ("Septembre de la Photographie" em Nice e "Mois de la Photo" em Paris), Bélgica (Galeria "Les Chiroux" em Liège), Espanha, USA e Brasil (exposição e conferência no "Espaço Cultural EDEL em Porto Alegre).
Tem desenvolvido de forma paralela uma intensa actividade de criação artística e de docência. Autor e Director do Curso de Fotografia da Academia Contemporânea do Espectáculo - Porto e responsável pelo "Atelier" de Fotografia do Centro de Arte de S.J.da Madeira.

Coordenador: Mariana Macedo
Fotógrafa, tem trabalhado nas áreas da fotografia publicitária, reportagem de moda e de artes gráficas (é autora das fotografias incluídas no cartaz do AVANCA'98). Com o Curso Superior de Fotografia da ESAP-Porto e uma especialização em foto-jornalismo, tem colaborado no "Diário Regional de Aveiro", na "Revista de Avanca" e participado em várias exposições. Faz parte do Grupo AURA.

 

4 – A REALIZAÇÃO DE DOCUMENTÁRIOS

Orientador: Alejandra Islas
Realizadora e argumentista, estudou cinematografia na Universidade Nacional Autónoma do México.
Tem realizado mais de trinta documentários biográficos, históricos e Sociais em cinema e vídeo. Entre estes: "Iztacalco", "Cerca de los Lejos", "Tina Modotti", "Remedios Varo", "El caso Molinet" e "Eisenstein en México: El Círculo Eterno".
Distinguida com o "Ariel de plata" (o mais importante prémio da Academia Mexicana de Cinematografia), pelo documentário "Iztacalco", recebeu ainda vários outros prémios. O seu documentário "Eisenstein en México: El Círculo Eterno", foi prémio ex-aequo Televisão no AVANCA'97, tendo também ganho o primeiro prémio do MIDIA'97 em Madrid e nomeado na categoria de Documentário de Arte no International EMMY AWARD 1996.

Coordenador: Salvador Lima
Docente de audiovisuais e publicidade na Universidade Fernando Pessoa no Porto, videasta e cineclubista, tem colaborado activamente com o Cine-Clube de Avanca. Na Universidade de Aveiro é responsável pelos Meios Audiovisuais.

 

5 – A ESCRITA DOS ARGUMENTOS CINEMATOGRÁGICOS DE CURTA-METRAGEM

Orientador: Emmamuel Oberg
Emmanuel Oberg nasceu em França em 1966.
Argumentista e Realizador, trabalhou como leitor e analista de guiões para "Le Studio CANAL+", "Flash Films", "CANAL+ ECRITURE" e "A.C.E. (European Cinema Workshop). Professor de argumento no "IIIS - International Institute for Image and Sound", "F.E.M.I.S." e "European Center for Film Production Training (C.E.F.P.F.), ambos em Paris.
Consultor da Comissão Europeia em 1996 e 97 e especialista em formação de argumentistas para atribuição de subsídios do Programa MEDIA 2. Como realizador, o seu primeiro filme ganhou o prémio cinema do AVANCA'97 e os primeiros prémios dos Festivais de Nova Iorque e Potsdam.
Actualmente, Oberg escreve a longa-metragem "Child's Play", um thriller fantástico desenvolvido com o CANAL+ECRITURE.

Coordenador: M.F. Costa e Silva
Docente da disciplina de argumento no Curso Superior de Cine-Video da ESAP - Porto, tem assinado vários trabalhos também como realizador. "A Primeira Vez" é a sua mais recente curta-metragem de ficção que está a ser produzida pelo Cine-Clube de Avanca.

 

6 – EXECUTAR UM STORY-BOARD DE UM CD-ROM

Orientador: Iginio Straffi
Nasceu na Alemanha e cedo veio para Espanha.
Iginio Straffi nasceu em 1965 em Gualdo, Itália.
Iniciou a sua actividade com a banda desenhada e a ilustração publicitária. Responsável pelos "story-boards" e "layouts" do filme de animação franco-luxemburguês "Le Roman de Renert", participou ainda na realização de importantes séries televisivas de animação de produção europeia, antes de abrir o seu próprio estúdio de animação em Itália. Este estúdio deu origem à sociedade "Rainbow, srl.", dotada da mais avançada tecnologia e profissionais para a produção de animação e multimédia, empresa que hoje dirige.
Nesta sociedade, Straffi realiza vários trabalhos de animação como "Pimpa" para a RAI (primeiro prémio no Festival Televisivo de Amalfi "Cartoons on the Bay"), "AstroKids", "Belphegor" e parte da longa-metragem de animação "A Flecha Azul".
Em 1997, realiza o CD-ROM interactivo "TOMMY & OSCAR" que foi um rápido e enorme sucesso, tendo sido distribuído em 28 países e em 14 diferentes versões linguísticas. Este CD-ROM havia já ganho o "Bologna New Media Prize" (Itália) e o "Children Software Revue Award" (USA), antes de ganhar o Prémio Multimédia no AVANCA'98.
Dado o sucesso internacional do personagem e da história, a "Rainbow" está já a produzir o segundo capitulo da aventura "Tommy & Oscar" em CD-ROM e uma série televisiva de animação de 26 episódios de 26 minutos cada. Iginio Straffi é um dos talentosos novos autores da multimédia italiana.

Coordenador: Sérgio Nogueira
Professor e realizador, tem vindo a desenvolver projectos de inovação educacional com a introdução de imagens em movimento e multimédia. Fundador do Cine-Clube da Figueira da Foz, realiza actualmente a curta-metragem de animação "Dá-me Luz" com o apoio do ICAM e produção do Cine-Clube de Avanca.